terça-feira, 22 de setembro de 2009

Das mulheres


Picasso


flor etérea
cheiro selvagem
passagem de água
pluma afundada
beleza de escombros
aceita o voo
sabendo da queda
asas de borboleta migram para seus olhos

Elina Carvalho

3 comentários:

Mulher na Janela disse...

a poesia de elina é essa lindeza sem tamanho... voos tantos que desejamos dar!

beijos ao casarão!

luma carvalho disse...

lindo esse poema de elina, esta maria maria, maria menina...

beijos

gilmara disse...

Parabéns a todos que compõem o grupo Casarão de poesia, pela conquista e apoio do Ministério da Cultura e por tudo que diz respeito a arte e a cultura. Principalmente por amor a esta "terrinha" tão querida. Vocês são um exemplo a ser seguido! Um beijo especial a minha amiga Érica e as demais colegas, Luciana, Iara, Elina.